enlaces_c_edited.jpg
bonfim.jpg

CONTATOS:

  • Instagram
124034.png

WHATSAPP 55 83 8864-8306

Novo site de vendas de cestas: 

  http://www.feiraagroecologica.com.br/ 

Veja outras informações no Hoje tem Feira

bonfim 11.jpg

O Quilombola Senhor do Bonfim está localizada a cerca de 130 km de João Pessoa. Possui 30 famílias produtoras de alimentos orgânicos agroecológicos. 

A história do grupo é de muita luta e resistência, pois enfrentaram anos muito difíceis para a comunidade. Ainda em  2003, os trabalhadores dedicavam até 12 horas por dia na plantação da cana-de-açúcar e no feitio de rapadura e aguardente, num regime considerado como de servidão. “Obrigados a trabalharem no engenho de quatro a seis dias da semana, em troca da moradia e alimentos básicos que vinham da mercearia existente dentro da propriedade e também pertencente ao engenho; as famílias da comunidade, confinadas em cerca de 20 hectares, praticamente não tinham como produzir o próprio alimento e faziam pequenos roçados escondidos no canavial. 

Em  2004, iniciaram o processo de reconhecimento como comunidade remanescente de quilombo junto à Fundação Cultural Palmares, a qual emitiu a certidão de reconhecimento em 18 de abril de 2005. Em 2011 foram imitidos na posse, mas somente receberam o título de propriedade remanescente quilombola pelo INCRA em 2016. 

Com o apoio e assistência da AACADE, a comunidade foi substituindo a cana-de-açúcar e estabelecendo uma diversidade considerável de culturas agrícolas, a maior parte apenas para consumo próprio ao redor das casas, como macaxeira, batata doce, pimentão, coentro; laranja-cravo/tangerina (aproximadamente 5 mil pés). 

O quilombo Bonfim, após iniciar o seu processo de “libertação”, intensificou e diversificou a sua produção, conseguindo uma certificação inicial de seus produtos a “OCS”, ou seja, seus produtos estão dentro da categoria livres de agrotóxicos. 

bomfim 3.jpg

O Bonfim faz parte da cooperativa ECOSOL e comercializa seus produtos em feiras semanais em parceria com restaurantes, pousadas em João Pessoa; participam também de programas governamentais como PNAE, PAA federal e estadual. Possui parcerias com entidades que trabalham com agricultores sustentáveis como o “coletivo Terra Viva” e, mais recentemente, alguns quilombolas estão participando da CSA (consumidores que sustentam a agricultura). 

Com a pandemia, os grupos produtivos tiveram que reorganizar sua comercialização e passaram a ofertar a entrega de cestas com o serviço de Delivery. São comercializados cerca de 34 produtos do quilombo e de seus parceiros. Dentre os quais se destacam os grupos dos quilombos Matias e Caiana. Estes parceiros auxiliam, com seus produtos, na composição de uma lista de cestas mais diversa para ser oferecida aos consumidores/clientes. O quilombo Matias, através de um grupo de mulheres oferece a geleia, a polpa de frutas, o biscoito tareco, os temperos; Já Caiana de Alagoa Grande coloca à disposição sua produção de temperos. Na lista também são oferecidos produtos como sabões artesanais do grupo “Mulheres de Mãos Dadas”. 

bomfim 6.jpg

Todos esses alimentos chegam à cidade de João Pessoa na quarta feira às cinco horas da manhã. Após isso, são organizadas e montadas as cestas. As entregas são realizadas por motoboys ou retiradas no local da montagem. Todo esse processo começa no sábado com o envio de uma lista para os/as consumidores/as cadastrados/as em um grupo de whatsapp. O preenchimento dessa lista com os pedidos de cada consumidor/a fica em aberto até a segunda-feira è noite. Na terça pela manhã os agricultores recebem os pedidos no quilombo, fazem a colheita e viajam ainda na terça, à noite. Após o período de entrega dos alimentos, o excedente é doado para o grupo Mãos Dadas do bairro São José, que produzem os sabões. 

Os principais produtos comercializados são: espinafre, cebolinha, coentro, cenoura, couve, capim santo, erva cidreira, alface americana, alface crespa, alface roxa, alface lisa, mamão, macaxeira, palma banana, batata doce, batata granfina, goma, laranja tangerina, laranja comum, laranja mimo, laranja pokan, limão Taiti, limão galego, ovos capoeira, berinjela, hortelã, quiabo, rabanete, rúcula, corações de americano, chuchu, brócolis de cabeça, salsão, jerimum, farinha, feijão mulatinho, feijão carioca, polpas de fruta, Temperos, sabão artesanal.